• (65) 3667-6201
  • contato@plastibras.ind.br

O estádio recebeu o correspondente a 35 km de dutos corrugados de 40 e 160 mm para fazer cabeamento de energia elétrica .Toda energia da Arena Pantanal passa pelos dutos da Plastibras, protegendo os cabos elétricos, que atuam como veias e artérias, responsáveis por iluminar a obra-símbolo da Copa de 2014 em Cuiabá, assim como o futuro do Estado. Os dutos da Plastibras utilizados na Arena Pantanal se constituem no único produto 100% sustentável empregado neste que será o palco de quatro partidas válidas pelo Mundial da FIFA na capital de Mato Grosso.

 
É de uma forma discreta, quase invisível, que os produtos Plastibras estão presentes na Arena Pantanal, um dos estádios construídos nas das 12 sedes do Mundial no Brasil. O espaço, que tem capacidade 44 mil (público geral), recebeu o correspondente a 35 km de dutos corrugados de 40 e 160 mm para fazer cabeamento de energia elétrica. A extensão dos dutos utilizados na obra corresponde à distância entre a Arena Pantanal e o município de Santo Antônio do Leverger.
 
O diretor Comercial da Plastibras, Adilson Valera Ruiz, explica que a Arena Pantanal não chama a atenção apenas grandiosidade, mas pelos conceitos de sustentabilidade presentes em seu projeto arquitetônico e em materiais empregados na obra.  
 
De acordo com ele, os dutos e eletrodutos Plastibras são fabricados a partir de uma resina em PEAD (Polietileno de Alta Densidade), de embalagens de agrotóxicos que passam pela tríplice lavagem e, no final, se transformam em produtos para obras de infraestrutura nos setores de energia, telecomunicações, edificações comerciais e residenciais.
 
“Quando foram feitos os testes com os refletores e demais iluminações na Arena Pantanal, ficamos muito felizes com o resultado, pois toda energia elétrica do local passa pelos cabeamentos protegidos pelos eletrodutos Plastibras. Aplicar conceitos de sustentabilidade na obra e atestar esse resultado é um selo de confiança, uma esperança muito grande de que a Plastibras pode ainda mais”, comemora Adilson Valera.
 
Anualmente, a Plastibras consome cerca de 3 mil toneladas de plástico reciclado de embalagens de agrotóxicos. São mais 100 produtos de várias linhas tais como dutos, eletrodutos e drenos flexíveis e corrugados.  
 
“São produtos altamente sustentáveis, pois a matéria-prima para a fabricação dos produtos vem direta e exclusivamente das lavouras de soja, algodão, milho e outros grãos de MT, RO e MS. São gerados mais de 600 empregos diretos entre as centrais de recolhimento, o transporte da logística reversa e a indústria Plastibras. Por isso não fica difícil entender porque Mato Grosso é o campeão nacional de recolhimento de embalagens de agrotóxicos”, analisa.
 
Atualmente, a Plastibras está presente com seus produtos em 16 estados brasileiros. Uma de suas metas, a médico prazo, é uma inserção ainda maior no mercado nacional. Com 10 anos de existência, a empresa busca uma aproximação maior com lojas de materiais para construção, das construtoras, da indústria pesada e outros clientes em potencial.
 
Copa em Cuiabá - A Arena Pantanal receberá quatro jogos da Copa, começando com Chile x Austrália, no dia 13 de junho. Depois, serão realizados os confrontos entre Rússia x Coreia do Sul (17/06), Nigéria x Bósnia (21/06) e Japão x Colômbia (24/06).  O jogo de abertura da Copa de 2014 será no dia 12 de junho, às 17 horas, na Arena São Paulo (Itaquerão), na partida entre Brasil x Croácia.
 
 Fonte: Revista Grandes Construções Online – 15 de maio de 2014